20 de março de 2009

MEDO


Muitas pessoas vivem com o medo.
O medo tem sido o motivador ou o paralisador de toda a história, as pessoas atacam quando estão com medo, recuam quando estão com medo, iniciam guerras quando estão com medo, terminam guerras quando estão com medo. Pessoas que desempenharam um papel importante no mundo tiveram medo. Porque nós não teríamos? Medo de se envolver, medo de não ser aceito, medo da morte, medo de fracassar, medo de ter medo...
Em relação aos problemas pessoais, sentimentais e etc, não vejo razão para haver medo.
É um pensamento muito simples, pois se me envolvo com alguem, tenho algum motivo para isso, me sinto a vontade ao lado da pessoa, ela tem coisas boas a me oferecer, e eu provavelmente também tenho algo bom para oferecer, todos temos (por incrível que pareça). Se algo não der certo, ou se há probabilidade de não dá certo, que seja! Pois o medo que pode reinar nesse momento vai fazer dele um momento ruim, e não é assim que devemos pensar. Viver intensamente é a chave para ser verdadeiramente feliz. Independente do que aconteça.
Sentimentos podem ser quebrados facilmente, mas, e daí? Ninguem morre por causa disso (a não ser que você seja um suicida ou homicida, mas vamos ser otimistas e imaginar que não somos tão fracos para chegar neste ponto). A dor da perda, da separação, da traição, tudo isso é realmente forte, nos faz sentir mal, nos faz encharcar o travesseiro de lágrimas, nos faz revirar na cama, termos sonhos ruins, e etc. Mas você é muito mais forte do que isso. Se não utilizar isso como crescimento próprio, será uma pedra de tropeço que vai estar diante o seu pé durante muito tempo. A humanidade conseguiu sobreviver a tantas coisas horríveis, que dirá uma dorzinha no coração? Isso é besteira, e eu vou te dizer porque: Por mais que você tenha medo, por mais que tenha receio em se entregar, faça isso, não totalmente de cara, porque aí não tem graça, se deixe ser conquistado, conquiste também, a vida é feita disso. Faça sem pestanejar, sem sofrer de medo antecipado, viva isso intensamente das melhores maneiras possíveis, porque no final de tudo, mesmo que você esteja chorando, com o coração na mão, você vai poder olhar pra trás e falar "Valeu a pena, porque eu fiz o que achava certo, fiz o que me fazia bem, e era o que eu queria. Pode não ter dado certo, mas foi a MINHA escolha, EU DECIDI VIVER.".
Bem melhor isso do que ficar se lamentando das suas próprias escolhas. Temos que amadurecer, ficar culpando os outros ou as nossas escolhas não vai nos levar a lugar algum. Se a sua decisão fez você sofrer, lembre o porque você teve a sua decisão, foi a SUA decisão, VOCÊ tinha motivos para ter tomado, e com certeza o fez porque era o melhor para você. Então não se arrependa, se orgulhe, porque você fez o certo. Daí pra frente você vai seguir melhor sua vida, e vai passar melhor por essa fase, porque não há o receio te impedindo de seguir em frente, será livre para utilizar as coisas boas que aprendeu e lembrar que tem todo um futuro pela frente, e que se não deu certo com a pessoa que terminou, é porque não era pra ser, pelo menos por enquanto; então porque chorar e reclamar de algo que não te pertence? O que te pertence vai chegar um dia, pode ser um amor antigo, como pode ser um amor novo, pode demorar um pouco, mas o importante é que ele vai chegar, e vai chegar pra mudar a sua vida e pra você mudar a dele também.


- Vinicius Neves
Postar um comentário