18 de agosto de 2009

CIDADE


Andando na cidade não sei o que pode acontecer
Nas esquinas dos meus sonhos espero te conhecer.
Só por um minuto pensei na minha vontade:
Te amar loucamente, mas sofro de saudade.

Cidade,
Seus olhos brilham a noite inteira.
Te amo como se fosse a primeira.
Somos tantos, mas não somos ninguém.
Corações vázios por alguém.

Não somos ninguém, não durmo a noite inteira
Com medo de pensar, não importa aonde esteja
Pesadelos vem atormentar
O dia eu passo trabalhando tentando me sustentar
Sou só um paulistano procurando o seu lugar.

Esconda seus filhos, não queira nem saber
Das drogas da internet ou da TV
Que injetam na sua mente, tentando você
Destrua as correntes que vem te prender

Balas perdidas fazem parte do meu noticiário
Minhas amantes se trancaram dentro do armário
A vida inteira procurando ser menos otário
Sou só um pedaço, um solitário

Um solitário...


- Vinicius Neves
Postar um comentário