7 de novembro de 2009

FONTE DO JARDIM


Eu penso todos os dias em você.
Você é o jardim de calma que a minha alma adora passear.
Te ver no meio da fonte que há no jardim:
Refletindo meus olhos de saudade em seu sorriso encantador.
Como tocar algo que não passa de um reflexo?
Não posso agarrá-la em meus braços, mas posso senti-la por entre meus dedos.
Tua água mata a minha sede.
Tua água limpa meu ser.
Tua água lava minhas lágrimas.
Me encontre além dos portões deste jardim;
Não quero te ver através de um reflexo.
Fuja comigo.
Seja o que eu sou.
Seja mais parte de mim.
Quero ser mais parte de ti também.
Transborde tua fonte para que lave meus pés,
Pois se for para me afogar em algo;
Que seja em tuas águas
Das quais não poderei escapar.

- Vinicius Neves
Postar um comentário