14 de novembro de 2009

FOI SEM QUERER


Reconheço, sinto sua falta
Ainda penso em como lidar com a distância
Introspectivo, irracional, improvável
Saudade transborda
A razão seca.

Foi sem querer, aconteceu
Onde posso fazer o acaso se merecer?
Raiando o bem estar que você me dá
Nas nuvens da razão, faço trespassar
Atrás do horizonte da realidade
Zomba de mim quem pode olhar-te
Ante o que sinto, é um reflexo teu
Rompendo os limites do desconhecido
Interpretando o que já nasceu.

- Vinicius Neves

3 comentários:

Rah disse...

que liiiiiindo!!! =D amei Vi, de verdade!!!

Anônimo disse...

Será que posso? está lindo, mto bem.. :).. até+

Cintia Carvalho disse...

Oi Vinicius!

Meu jovem, seu poema "fonte do jardim" ta lindo demais. Tocante, delicado e sincero. Muito bom.

Tem uma senhora que trabalha comigo e é poetisa. Ela escreve poemas maravilhosos e participa de concursos nessa área.Inclusive, ja ganhou prêmios e conseguiu publicá-los.

Vc participa ou ja participou de algum? Tem vontade de participar?

Se quiser responder, aguardarei sua resposta e se vc me autorizar vou mostrar seus poemas para ela.

O que vc acha?

Um abraço.