29 de junho de 2010

CLAMOR



Ouvi teu clamor, e cá estou; como teu anjo particular.
Esperando você aparecer para que eu possa confortar teu coração com o que há de melhor em mim.
Acho que gostando de você.
Mesmo as vezes sem perceber.
Num momento de silencio, um prazer que me faz sofrer.
Enfim, acho que gostando de você.



- Vinicius Neves
Postar um comentário