17 de outubro de 2011

NÃO ME BEIJE


Por favor, não me beije
Nem nos lábios, nem em pensamento
Pois cada um deles faz abalar meu sentimento

Há dentro de meu peito um misturador
De tempo, gestos, pensamentos, e ardor
A cada olhar, sorriso e abraço
Me entrelaço e me embaraço nesse laço

No misturador eu misturo a dor

Sinto a falta do que talvez nunca existiu
Respirando de onde o ar já se exauriu
Derramando do olhar tudo o que quero dizer
Que no final das contas, talvez eu nem conheça você

O peito explodindo em um só ato
Pintando minhas paredes com sentimento abstrato

Se eu receber um beijo, sabe-se lá o que pode acontecer
Posso me confundir mais ainda
Ou nunca mais pensar em te perder.


- Vinicius Neves
Postar um comentário