9 de julho de 2012

UM DIA EU VOU MORRER


A quem possa interessar,

Mostrarei sempre um belo sorriso no olhar
Ostentando a imagem da felicidade que pensam não existir
Rindo das mazelas enganadoras que tentam me afligir
Traindo minha natureza pecaminosa, pois já começou errada
Estendendo para o mundo uma bela rosa, mesmo sem ser regada

É, irmão, o mundo gira depressa

Só não gira mais rápido que a nossa pressa
Olha, mãe, eu não me deixei corromper

Outra hora, quem sabe, eu vá visitar você

Independente do que pensem, eu vou até o fim
Nada igual do que pensaram a vida inteira sobre mim
Inclinarei minha cabeça, descansado de fazer tudo o que pude
Continuação na cavação de poços de esperança e seus açudes
Inicio novo de uma revolução antiga, evolução da alma
Orgulho em ver todo mundo levantar e bater palma.


- Vinicius Neves
Postar um comentário