26 de janeiro de 2012

SEM DATA DE VALIDADE


Eu sinto necessidade diária de escrever
Como um grito de minha alma com medo de perecer
E é nesse aperto que encontro meu peito
Na ansiedade de salvar as pessoas de qualquer jeito

É assim que falo mais uma palavra difícil: perecer
Não perecer em carne, perecer também em você
Porque eu não aguento mais ver meus irmãos lutando por espaço
Comendo água, bebendo sangue, engolindo aço

Nessas famílias vejo a esperança de criança em ver um céu azul
Deus há de colher e guardar as lágrimas de cada um
Não consigo esperar mais nenhum momento
Para reivindicar a felicidade por outros, para esquecerem de vez o sofrimento

Em meu ser guardo pensamentos e preocupações
Deixo um pouco de lado minhas próprias emoções
Porque não posso ser feliz sem ver outros sorrisos
Todo mundo é triste por dentro porque ninguém entende isso.

- Vinicius Neves
Postar um comentário