2 de fevereiro de 2012

COMO FAZER DE PEQUENAS FALHAS, GRANDES CONQUISTAS


Certo dia um rapaz comprou uma aliança para pedir em namoro uma garota que estava se aproximando já havia algum tempo.

Quando ele foi pedi-la, disse: "Eu sei que é cedo para te pedir em namoro com uma aliança, mas eu as comprei porque quis que elas fossem o símbolo da minha seriedade com você. Eu sei de verdade o que quero da minha vida, e não consigo imaginar meus dias sem você por perto. Você tem sido minha amiga, minha companheira e meu alicerce contra todos os desafios que venho enfrentando.
Mas embora eu esteja te pedindo em namoro agora, não responda ainda se você aceita; pense bem a respeito com calma. Vamos deixando as coisas acontecerem. Só te pedi em namoro porque quero que você esteja ciente das minha intenções e do que eu quero pra nós.

O tempo foi passando e eles foram se tornando mais próximos. Até que um dia enquanto andava de moto, o rapaz perdeu a aliança que estava envolta de seu pescoço aguardando ansiosamente o dia de poder sair dali e ter por fim seu propósito.
O rapaz ficou desesperado e sem saber o que fazer. Aquela aliança era muito importante para ele. Como falar que ela era símbolo de sua seriedade se ele a havia perdido?
Ele procurou como pode, mas sem muita esperança, já que as chances dele achar seriam extremamente remotas.

Foi quando uma ideia percorreu sua mente, então ele sabia o que deveria fazer.

No outro dia ele ligou para a garota e contou tudo o que tinha acontecido, de como havia prendido a aliança na corrente que carregava no pescoço e de como a corrente havia aberto sem que ele notasse, derrubando assim a aliança.
A garota riu porque sabia que o rapaz se importava com aquilo, ela riu de toda a importância que ele depositou naquele simples objeto.

A garota perguntou então ao rapaz o que ele fez depois, e ele com a voz mais firme e tranquila possível disse "eu comprei outra"; a garota sem entender o porque ele havia gasto dinheiro com outra aliança - mesmo sem nem saber a resposta dela se namoraria ou não com ele - o indaga do porque ele havia feito isso.

E ele com uma fé inabalável responde: "Porque lembrei que símbolos só tem algum significado com as ações que colocamos sobre eles, se aquela aliança era simbolo da minha seriedade com você, essa aliança nova agora é o símbolo da minha PERSEVERANÇA."
Daquele dia em diante ele começou a usar aquela aliança como ato de fé de que tudo daria certo.

Menos de um mês depois eles começaram a namorar.

Se você acredita em algo que valha a pena batalhar, corra atrás! Lute por isso até o fim! Tenha fé!

Pequenos atos podem fazer grandes diferenças! Vale a pena tentar, pergunte à minha namorada se não valeu a pena perder aquela aliança!


- Vinicius Neves
Postar um comentário