13 de março de 2012

EU QUERO IR EMBORA


Tenho vontade de ir embora
Sem data de retorno, sem comunicar a hora
Sumir daqui sem deixar vestígios
Sem odor de rosas, tulipas ou lírios

Abandonar qualquer medo e receio que tenho
Pois me dispersam de onde venho
Aliás, da onde foi mesmo que eu vim?
Não consigo me recordar direito, acho que se perdeu em mim

Meu peito vem lembrar que ainda pulsa algo importante ali
Será importante mesmo? Talvez tenha supervalorizado e fiz o preço subir
Tudo se faz nebuloso quando brinco com alguma coisa verdadeira
Não existe verdade mais profunda que a brincadeira

Encontro meu coração em todos os lugares, contanto que eu saia do lugar
Ficar acomodado me deixa incomodado, não é só aqui que quero estar
Para além de onde a vista alcança quero alçar voo até valores sem cifrão
Desses que não visam ganho próprio, visam a própria multidão

Acordar aqueles que há tempos não tem acordado
Trazer tudo de bom daqui para o outro lado
Não ficar aqui confortável, não ficar aqui parado!

A minha necessidade de ir embora é para encontrar outras realidades
Ajudar os outros em suas mais adversas necessidades
Afinal de contas, de que adianta ter uma vida tão bela assim
Se não posso dividir com os outros o que ha de melhor em mim?


- Vinicius Neves
Postar um comentário