24 de maio de 2012

BEIJA-FLORES INVADEM NOSSAS JANELAS


O céu branco vem trazer mensagens de um dia frio
Esquecendo que por entre as árvores que dão sombra ao íntimo
O segredo da amargura que se esconde em cada pingo gelado
A estrutura que é ser um ser único

Ao percorrer as ruas tão sem graça de verdades
Ao sentir o peito aquecer com as mentiras que nos assolam
Me pergunto se algum dia tudo isso não irá se transformar
Me pergunto se alguma transformação irá ser tudo em algum dia

Os olhos das pessoas ao meu redor queimam a cada nova descoberta
Essas descobertas nos deixam cegos para que paremos de ver tudo o que nos impede de enxergar
Os beija-flores invadem nossas vidas pelas janelas que deixamos abertas
A natureza selvagem e ao mesmo tempo doce se mesclam em um voo sem destino

Os ratos das piscinas agora andam pelas nossas salas, já estão íntimos de nossos ínfimos
Deus, traga sobre nós justiça e redenção para nos livrarmos de toda corrupção de alma e de espirito que se alojam por dentro de nossas veias como uma droga que insistimos em nos viciar

O Senhor é o único capaz de nos livrar do que guardamos e do que exalamos
Nos transforme, nos molde, nos mude
Liberte esses beija-flores da prisão que é se privar do néctar de Sua presença
Antes que quebrem seus bicos em alguma parede de frieza e morram sem poder se alimentar de Ti.


- Vinicius Neves
Postar um comentário