18 de julho de 2012

EU SOU A ARTE


Eu sou aquele que sofre e sofreu
Aquele que vive e morreu
Vou inundar sua alma do mais puro sentimento
Fazer confundir sua vida inteira com um só momento

A cada palavra escrita ou lágrima escorrida
Vou te fazer nunca desistir dessa subida
Nunca cansar dessa corrida
Vou te fazer entender o que é a vida

Vou te fazer cair no chão e se humilhar
Para que possa enxugar as lágrimas e levantar
Será mais forte, sábio e sagaz
Para cada pergunta teórica, vou te mostrar como se faz

Sou fogueira que usa a ignorância como lenha
Sou o convite para os ignorados que diz "venha!"
Transformo em cego aquele que finge que não viu
Empurro a paz do comodismo para uma guerra civil

Revolucionar seus pensamentos de forma sem igual
Nunca mais saberá o que significa ser normal
Vou fazer você querer mostrar o seu melhor
Vou fazer você perceber que somos um só

Suas pernas vão tremer, seus olhos marejar
Seu coração vai bater, seus punhos vão fechar
Serei fogo que queima, mas não arde
Sou a mistura de amores, eu sou a arte.


- Vinicius Neves
Postar um comentário