9 de julho de 2012

SOBRE PRISÕES E LIBERDADE


Muitas pessoas pensam que pelo simples fato de seguirmos o evangelho de Jesus estamos fadados a sermos pessoas presas e sem liberdade.
Falam que não podemos fazer o que queremos, que temos restrições para fazer determinadas coisas, e é que é bem melhor não ser cristão, pois sendo assim, a pessoa pode fazer o que bem quiser com a própria vida.

Deixe-me explicar algo sobre prisões e liberdade.

Wikipédia explica:


Prisão - Por extensão, o conceito também abarca o local onde se mantém o indivíduo preso (quando, então, é sinônimo de claustro, clausura, cadeia, cárcere, xadrez, etc.) e a pena em que há privação completa da liberdade.


Liberdade - É a autonomia e a espontaneidade de um sujeito racional; elemento qualificador e constituidor da condição dos comportamentos humanos voluntários.


Nós que decidimos seguir os caminhos de Deus optamos termos nossas próprias escolhas. Agora para quem está "liberto" dentro do mundo a escolha é sempre determinada pelos padrões da sociedade.
Não faz mal experimentar usar drogas.
Não tem problema consumir bebidas alcoólicas.
Não é errado ter muitos parceiros sexuais.
Muitas vezes as pessoas nem querem consumir ou fazer determinada coisa, mas acaba consumindo ou fazendo pela pressão social que existe de que temos que ser desse jeito.

Quando nos tornamos verdadeiros cristãos - lê-se: aqueles que seguem os ensinamentos de Cristo - tomamos decisões próprias contra aquilo que sabemos que não faz bem para nós e nos guardarmos para o futuro. Seja para um futuro com saúde, ou para um futuro com alguma pessoa.
E claro, quem decide não tomar as mesmas decisões da maioria, é um extraterrestre, um estranho, um anormal.
Somos mesmo. Não somos desse mundo, não queremos ser iguais, a normalidade da moda para nós não nos liberta. Apenas nos aprisiona em uma liberdade falsa e enfeitada o bastante para acharmos boa e bonita para ostentarmos.

Viver para o mundo é falar "eu sou regido e direcionado pela maioria, a sociedade toma minhas decisões de comportamento".
Viver para Cristo é falar "eu sou regido por Deus, direcionado por Ele, mas as decisões só podem ser tomadas por mim".

No mundo seguimos o fluxo, em Deus tomamos nosso próprio caminho.


- Vinicius Neves
Postar um comentário