21 de agosto de 2013

HERÓICOS


O grito dos desgraçados ecoa pelo mundo e atropela meus ouvidos

Também são lidos em cartas que poderosos fingem não saber ler
Distante da liberdade e da lei que um dia juraram proteger

Quem poderá renegar de parte de sua vida para lutar por alguém que nem conhece?
Certamente serão os guerreiros anônimos que ouvirão suas preces

Sem louros da fama em seu próprio nome
São todos o mesmo rosto
São todos o mesmo homem

Ou mulher, quem sabe
O mundo desconhece suas faces

Os inimigos mostram sorrisos amarelos
Desfilam em carros luxuoso, sempre usam caros ternos

Os benfeitores se escondem na penumbra
Ninguém os reconhecem nas ruas

Nada importa além de que a justiça seja feita
Plantamos a semente da justiça para que no futuro seja essa a colheita

Os maus nos temem
Que assim seja até não sobrar nenhum algoz
Os bons nos apoiam
Os heroicos se juntam a nós.


- Vinicius Neves
Postar um comentário