30 de novembro de 2014

DELIRIUM


É daquilo que se pensa, que se faz, e que se vai

Ciranda que vou amando
Como se fosse um mundo
Um credo
Um mandamento
Talvez incerto

Das conquistas  que um homem pode ter na vida;
Escalar o pico dos seus seios,
Esculpir um sorriso em seu rosto,
Construir uma fortaleza em teu peito,
Ser tua resistência,
Ser tua mudança,
Ser tua vivência,

Fazer parte da tua essência sem nunca mais me importar com nada na vida, por me importar somente com você: pálida, quieta, estremecida
Em meu lençol: nua e coberta - de beijos
Encostada em gracejos, trazendo contigo teus encejos, teus abraços e aconchegos

Teu corpo para sempre será a minha meta
Trazendo outra vez à tona o dom de ser poeta


- Vinicius Neves
Postar um comentário