10 de setembro de 2015

QUANDO VALE A PENA


Te quero tanto que me confundo com você e com quem sou
Depois que reapareceu, toda a inspiração retornou

O que eu não faria por nós?
Até onde não iria por tudo isso?

Todas as poesias do mundo se juntam em teu nome
As belas melodias não são para outros que não sejam teus ouvidos
Tudo que já escrevi acabou perdendo seu valor
O real sentido de tudo que já quis expressar paira apenas sobre o mistério do pequeno universo que se esconde no escuro de teus olhos

Te encontro hoje e em todos os próximos dias
Viver o que há para viver no presente, esquecer a imperfeita nostalgia
Perceber cada brilho no teu olhar como estrelas em um céu de breu
Falando baixinho em meu ouvido afirmando que de agora em diante sou todo seu

Saio da zona de conforto, nessa zona toda me desloco
Sigo para meu alvo sem olhar para os lados, sabendo bem qual é o meu foco

Quem sabe, valha o esforço - e se faça ser vital
Me leve aonde você for - mesmo que isso me leve a mal
A vitória se esconde em cada batalha que valha a pena guerrear
Apenas pelo simples fato de ter existido a oportunidade de lutar.


- Vinicius Neves
Postar um comentário