26 de novembro de 2015

UM DESTAQUE MISTERIOSO


Eu não te conheço, não sei quem é de verdade
Do sorriso escondido, se é inteira ou metade
Pode ser meio esquisita, mas eu não sou também?
Ser meio doidinha é uma qualidade que me convém

Poderia falar de beleza física, mas vejo que é mais que isso
De responsabilidades diversas, honra seus compromissos
Gosta, mas nem precisa de maquiagem
Consegue ser a esperança mais pura no meio de qualquer miragem

Será que gosta de café, comida oriental e de ler?
Fica custoso olhar pra frente sem te ver
Não, não precisa dar passagem
Encontro em tuas linhas o caminho que me interessa sem alarde

Vem andar no meio do povo, porque é destaque e nem percebe
Em seus passos consegue ser mais suave do que aparenta sua pele

Sou só um observador, um escritor dos mais pequenos
Escrevo como um fotógrafo registrando arte em seus movimentos
Perdido entre a curva de seu sorriso e nas maçãs do seu rosto
Nos olhos escuros e profundos que encaixam muito bem no meu gosto

Talvez um dia te encontre por aí e tenha a oportunidade de conhecer de perto essa graça acentuada
Para quem sabe enfim veja os limites no teu coração e não venha desejar mais nada.


- Vinicius Neves
Postar um comentário