10 de março de 2017

FASCINIO



O fascínio se esconde em tantas coisas e de formas tão diferentes.
Cada um a observa de forma única, a usa para colorir seus pensamentos e clarear as ideias, as inspirações.

Como a vida que é dada e tirada, uma mágica que é contida na essência do ser e da existência. Algo que muda a percepção de todos ao redor a cada novo fenômeno.

A música que altera o estado espiritual de cada ser vivo, transforma humores, valores. Incrementa os pensamentos, cultiva sentimentos e traduz aquilo que não sabemos como expressar.

A empatia, compreensão e permissão de alguém ferido em continuar sua luta diária, a entrega incondicional em fazer o que é certo a quem muitas vezes não conhecemos.

A sensação de ver uma criança com nosso olhar, nossos traços, sorrindo.

A sensibilidade em compreender as sutilezas entre o poder e a serenidade de animais grandes e majestosos como as baleias; um poder tão destrutivo controlado pela calmaria e equilíbrio que todos deveriam aprender.
Assim como todos os animais, que designam seus papéis da natureza de forma magistral.

O sentimento de união e euforia que é estar em um estádio de futebol - mesmo com pessoas que não se conhecem - se juntando em um único tom de companheirismo e interação a mesma luta, a mesma torcida, o mesmo brado.

Como o tempo pode se dividir de tantas formas e fazer com que o presente se torne uma dádiva, uma surpresa, uma honra.

Talvez sejamos todos partes de outros universos que não conhecemos, tão ricos e grandiosos como esse que nos rodeia. O ponto de vista de cada pessoa pode ser isso.
Somos uma explosão de estrelas dos universos alheios, e a nossa consciência se espalha pelo cosmos social de forma quase que infinita. Temos conhecimento de nossa breve passagem, e tentamos ao máximo causar impacto nessa existência.

Cada fascínio do dia a dia que faz tudo valer a pena.


Vinicius Neves
Postar um comentário