18 de setembro de 2017

O repúdio da mídia brasileira para com o filme: Policia Federal - A lei é para todos


NÃO É DE SE ESTRANHAR que um filme como "Polícia Federal - A lei é para todos" está com tão pouco espaço nas mídias brasileiras.
Não vejo "chamadas" nos sites, não vejo críticas, só encontrei uma ou outra notícia porque tive que pesquisar no Google.

Dentre vários fatores lógicos e já conhecidos, demonstra como a mídia tende sim à política e políticos da esquerda; todo aquele papo furado de "Globo golpista", "mídia parcial (à favor da direita)" e tudo o mais cai completamente por terra.

Imagino que muitos irão lembrar da repercussão que foi o filme contando a "estória" de Lula. Em toda mídia era notícia, a Globo mesmo passa o filme quase que como uma ritual anual. Tal como "paixão de Cristo" no Natal.

Sabem o porque disso tudo? Porque essas mídias e representantes das mesmas nunca lucraram tanto na história de suas empresas como nos 13 anos de governo Lula e Dilma. Todo o conluio para que o poder se mantivesse entre as mesmas pessoas, beneficiando as mesmas administrações, os mesmos nomes da comunicação, os bancos, e tantos outros personagens poderosos que se escondem por trás de famosos logotipo.

O fato do filme ser tão pouco mencionado entre grandes veículos midiáticos só ilustra mais como a operação Lava-Jato e o filme demonstram claramente que poder desses governos foi alcançado e mantido usando todos os recursos possíveis: comprando gente poderosa de todas as esferas.
E não se engane: outros partidos como PMDB, PSDB, DEM, PSoL e tantos outros também fizeram e fazem parte disso até os dias de hoje. Mas o intermédio dos famosos nomes do Partido dos Trabalhadores já não podem mais garantir a eficácia dos grandes esquemões.

Acha mesmo que as grandes mídias ficariam de fora dessa?
 
 
- Vinicius Neves
Postar um comentário