16 de janeiro de 2018

A DAMA DE FERRO


Ela abriu o peito e mostrou o que ali havia
Sentimentos escondidos, amor em demasia
Faltava cesto para que pudesse derramar seu conteúdo
Sentia um vazio em todo o resto embora nas costas houvesse o peso do mundo

Por onde passasse trazia paz e quietude
Mulher de palavra, de ousadia, de atitude
Parecia ser rodeada sol e temperança
Chamava atenção no horizonte até onde a vista alcança

Ela é a sanidade nos dias ruins, a realidade que se espera de todas as verdades
É porto seguro a qualquer hora, calmaria das tempestades

Ela por perto é a realização dos melhores desejos de uma vida plena
Ela longe faz parecer que nada mais vale a pena
É a dama que comanda minha história, e por quem lutarei todos os dias
É a dádiva concedida, soma de todas minhas alegrias.


- Vinicius Neves
Postar um comentário